quinta-feira, 11 de junho de 2015

Sertanense: balanço da época 2014/15



Paulo Farinha, presidente do Sertanense, sublinhou que esta época foi “um amargo de boca”. A equipa tinha como grande objectivo chegar à fase de subida do Campeonato Nacional de Seniores e lutar por um lugar na II liga mas o destino trocou as voltas e atirou a equipa para a fase de permanência.
Não é difícil definir o momento em que as aspirações sertaginenses começaram a esfumar-se. No dia 7 de Dezembro de 2014, o Sertanense recebia o Caldas e só a vitória interessava. A equipa visitante encontrava-se na segunda posição e o conjunto da Sertã estava a três pontos de distância, numa altura em que ainda faltavam sete jornadas para o término do campeonato. Um golo ao cair do pano derrotou o Sertanense e o treinador Sérgio Gaminha, algumas semanas depois, foi taxativo: “A derrota com o Caldas foi a machadada final para as hipóteses da nossa equipa”.
Até este jogo, o Sertanense contava com cinco vitórias, quatro empates e duas derrotas. Depois da derrota com o Caldas, o segundo lugar ficava mais distante (seis pontos) e era agora preciso esperar pelos erros dos adversários. Até ao final da primeira fase, o conjunto da Zona do Pinhal não perdeu mais, tendo somado três vitórias e igual número de empates. Pecúlio insuficiente e uma desvantagem de cinco pontos para os lugares de acesso à fase final.
As dificuldades na preparação dos jogos foram uma constante durante a época. Sérgio Gaminha disse mesmo aos microfones da Rádio Condestável: “Passámos semanas de grandes dificuldades a treinar com 13, 14 jogadores. Por impossibilidade de um jogador, treinamos muitas vezes com apenas um guarda-redes”.
Afastado da fase de subida, o Sertanense viu-se na contingência de disputar a fase de permanência. A prova não foi mais do que um ‘passeio’, em virtude da distância confortável que a equipa tinha para os seus antagonistas. Ao fim de 12 jornadas, os sertaginenses registavam seis vitórias, quatro empates e duas derrotas, terminando na segunda posição, atrás da União de Leiria.
Apesar de o principal objectivo não ter sido alcançado, a época acabou por ser positiva, pelo que aqui ficam os nossos parabéns aos jogadores, equipa técnica e dirigentes, que uma vez mais dignificaram um clube com mais de 80 anos de história.
Para a posteridade, deixamos o registo dos vários jogadores utilizados por Sérgio Gaminha nas duas fases do Campeonato Nacional de Seniores. Refira-se que atleta mais utilizado foi Ivan, que disputou todas as partidas da prova, apesar de Galvão ter sido o jogador com mais minutos em campo (2503). O melhor marcador foi Ivan, com 17 golos.

Jogadores utilizados: Gustavo (27 jogos), Luís Pedro (4 jogos), Ibrahim (24 jogos e 1 golo), Mauro (28 jogos e 2 golos), Ricardo Carvalho (27 jogos), Galvão (28 jogos e 3 golos), Bissourou Touré (17 jogos e 1 golo), Fred (27 jogos e 2 golos), Leandro (26 jogos e 5 golos), Zé Miguel (25 jogos), Bruno Grou (28 jogos e 1 golo), Viafara (4 jogos e 1 golo), Bruno Cardoso (21 jogos), Issouf (21 jogos e 1 golo), Ruben Nogueira (19 jogos e 2 golos), Mineiro (3 jogos), Ricardo Barros (24 jogos e 8 golos), Ivan (30 jogos e 17 golos), Guilherme Correia (4 jogos), Weliton (4 jogos), Justino (13 jogos e 3 golos), Aryson (5 jogos), Lucas (1 jogo), Paulo Henrique (2 jogos), Vumi (2 jogos) e João Luís (1 jogo).

terça-feira, 26 de maio de 2015

14.ª jornada da fase de permanência do Nacional de Seniores (Série F): Eléctrico Ponte Sor 2-3 Sertanense



O Sertanense terminou a sua participação na fase de permanência do Campeonato Nacional de Seniores com uma vitória no terreno do Eléctrico de Ponte de Sor (2-3). Com este resultado, a equipa da Sertã manteve o segundo lugar na prova a apenas um ponto do primeiro, a União de Leiria.
Num desafio bastante emotivo, a formação orientada por Sérgio Gaminha adiantou-se no marcador à passagem do minuto 20, com Ivan a marcar na sequência de uma grande penalidade.
No início da segunda parte, Bissourou Touré ampliou a vantagem para o Sertanense. Porém, o conjunto da casa respondeu e em menos de dez minutos restabeleceu a igualdade no marcador: Jacinto Monteiro e Flávio Luz apontaram os golos do Eléctrico de Ponte de Sor.
A história do jogo não estava ainda concluída, até porque os sertaginenses não baixaram os braços e empurraram o adversário para a sua grande área. Numa dessas jogadas de insistência, Leandro foi feliz e apontou o golo que deu a vitória ao conjunto que viajou da Sertã.
Está assim colocado o ponto final na época 2014/15 do Campeonato Nacional de Seniores. Para os próximos dias, fica prometida uma análise à participação do Sertanense nesta competição.

Ficha de jogo

Campo Municipal de Ponte de Sor
Árbitro: Jorge Faustino (Leiria)
Eléctrico Ponte Sor: Tiago Marinheiro, Paéco, David Quinó, Billy, Flávio Luz, Nuno Tomás, Jacinto Monteiro, Bruno Baptista (Rui Costa, 78’), Pedro Baptista (Paizinho, 81’), Jota e Gonçalo (Carlitos, 78’)
Sertanense: Luís Pedro, Bruno Cardoso, Ibrahim, Mauro, Issouf, Leandro, Bissourou Touré (João Luís, 85’), Fred, Zé Miguel (Vumi, 79’), Ivan e Ricardo Barros (Justino, 85’)
Golos: Ivan (20’), Bissourou Touré (52’), Jacinto Monteiro (77’), Flávio Luz (86’) e Leandro (90’)

segunda-feira, 18 de maio de 2015

Iniciados do Sertanense são campeões distritais



O Sertanense é campeão distrital de iniciados. A conquista inédita foi consumada após a vitória (4-0) diante do Valongo, em partida da última jornada desta prova.
A equipa orientada pelo treinador Henrique fechou assim com chave de ouro uma época notável, onde deixou para trás toda a concorrência ao título, nomeadamente Sporting da Covilhã e Belmonte.

Ao longo de 22 jornadas, os iniciados do Sertanense souberam manter a serenidade e foram os mais fortes: mais vitórias, defesa menos batida, entre outros. Refira-se que nesta prova, as pontuações da formação do Penamacorense e das equipas B da A.D. Estação, Benfica Castelo Branco, Desportivo C. Branco e Académico do Fundão não contavam para a classificação final.
Na próxima temporada, o Sertanense vai disputar o Campeonato Nacional de Iniciados, tudo indicando que possa ficar incluído na série D.
Os jovens do Sertanense estão de parabéns por esta grande conquista, a que também associamos os treinadores, dirigentes e famílias de todos os jogadores.

13.ª jornada da fase de permanência do Nacional de Seniores (Série F): Sertanense 2-1 Fátima



O Sertanense venceu (2-1) o Fátima, em jogo da penúltima jornada da fase de permanência do Campeonato Nacional de Seniores (Série F).
O desafio, que ficou marcado por diversas decisões polémicas do trio de arbitragem, terminou com a vitória dos sertaginenses, com os golos a serem apontados por Galvão (na marcação de uma grande penalidade) e Ivan. Já perto do fim, o Fátima reduziu por André Fontes, também na conversão de um castigo máximo.
No próximo fim-de-semana, o Sertanense termina a sua participação nesta prova, com um jogo no terreno do Eléctrico de Ponte de Sor.

Ficha de jogo

Campo de Jogos Dr. Marques dos Santos
Árbitro: Marco Cruz (Porto)
Sertanense: Gustavo, Bruno Cardoso (Ibrahim, 65’), Ricardo Carvalho, Mauro, Galvão, Leandro, Bissourou Touré, Fred, Zé Miguel, Ivan (Issouf, 73’) e Ricardo Barros (Justino, 83’)
Fátima: Rodolfo, Luís Maurício, Ricardo Cardoso (Apollo Razak, 45’), Walnei, Alcides (Leandro Filipe, 45’), André Fontes, João Damil, Jorge Neves, Elton Carvalho (Rafael Matias, 86’), Tiago Fernandes e Bernardo
Golos: Galvão (42’), Ivan (69’) e André Fontes (79’)

quarta-feira, 13 de maio de 2015

12.ª jornada da fase de permanência do Nacional de Seniores (Série F): Torreense 0-0 Sertanense



O Sertanense empatou (0-0) no terreno do Torreense e manteve o segundo lugar na fase de permanência do Campeonato Nacional de Seniores (Série F).
A formação orientada por Sérgio Gaminha conquistou mais um ponto na sempre difícil deslocação a Torres Vedras e ainda sonha com a chegada à liderança desta fase de permanência, o único objectivo que resta numa prova que tem vindo a revelar todas as fragilidades organizacionais da Federação Portuguesa Futebol na idealização do Campeonato Nacional de Seniores.
No próximo fim-de-semana, o Sertanense recebe o Fátima, equipa que luta desesperadamente por se manter nesta competição.

Ficha de jogo

Campo Manuel Marques (Torres Vedras)
Árbitro: António Nobre (Leiria)
Torreense: Cléber, Tomás Meneses, João Lobo, Dalhata Soro, Migas, André Cosme, Tiago Honrado, Igor Caetano (Edi Fernandes, 84’), Pepo (Fred, 89’), Thomas Gregg e Sérgio
Sertanense: Gustavo, Issouf (Zé Miguel, 67’), Mauro, Ricardo Carvalho, Galvão, Bruno Grou, Fred, Bissourou Touré (Ibrahim, 45’), Leandro (Ricardo Barros, 44’), Ivan e Justino