terça-feira, 14 de agosto de 2018

1.ª jornada do Campeonato de Portugal (Série C): Sertanense 1-0 Alcains


O Sertanense entrou com o ‘pé direito’ no Campeonato de Portugal (Série C), depois de receber e vencer (1-0) o Alcains.
A equipa da Sertã esteve melhor no desafio e tomou conta das operações nos minutos iniciais. O seu domínio no terreno de jogo foi compensado com um golo à passagem da meia-hora: cruzamento atrasado da direita e Luís Gaspar, pleno de oportunidade, não falhou diante do guardião contrário.
A partida entrou então numa toada de maior equilíbrio, com o Alcains a ser mais afoito no contra-ataque e a dispor de uma oportunidade soberana para empatar.

Os sertaginenses não deram grandes veleidades aos adversários e sempre que possível os jogadores da frente colocavam em sentido a defesa alcainense. O irrequieto Sele Davou provocou, por várias vezes, o pânico na grande área dos visitantes.
Na segunda parte, o Alcains entrou disposto a marcar e até o podia ter feito, num forte remate de fora da área que Rafa Santos defendeu, sendo que na recarga a bola foi embater com estrondo na trave.
A jogada de perigo alertou o Sertanense que, a partir de então, não mais perdeu o controlo da partida e até podia ter ampliado a vantagem.
No próximo fim-de-semana, o conjunto da Sertã desloca-se ao terreno do Fátima.

Ficha de jogo

Campo de Jogos Dr. Marques dos Santos
Árbitro: Renato Gonçalves (Guarda)
Sertanense: Rafa Santos, Tito Júnior, João Jesus, João Pereira (Luís Dias, 84’), Nilcleiton Carvalho (Hugo Barbosa, 65’), Tiago Correia, Vladimir, Tiago Baptista, Sele Davou e Luís Gaspar (Yeison Rojas, 89’)
Alcains: João Gomes, Fábio Mariano, Mohamed Kaba (Bruno Gomes, 84’), Fábio Sousa, Luís Gustavo (Samu, 87’), Sunday Lawrence, Nuno Ramos, Rúben Nogueira, Edema, Yero (Abudu, 58’) e Léo Pinto.
Golos: Luís Gaspar (31’)

terça-feira, 31 de julho de 2018

Sertanense prepara nova temporada


O Sertanense já trabalha tendo em vista a época 2018/19 do Campeonato de Portugal. Com novo treinador (João Manuel Pinto) e um plantel completamente renovado, o emblema da Sertã tem deixado boas indicações na pré-época: venceu a Taça de Honra da AF Castelo Branco, batendo na final o Benfica de Castelo Branco por 2-1.
O plantel para a nova época é constituído pelos seguintes jogadores (são ainda esperados mais alguns reforços):
Guarda-redes – Rafa Santos (ex-Oriental), Miguel Assunção (ex-Águeda) e Daniel Carvalho (ex-Quinta do Conde).
Defesas: Tiago Correia (ex-Sporting Ideal), João Jesus (ex-Fátima), Tito Júnior, Jackson Mendes (ex-SL Cartaxo), Yeison Navarro e Bruno Pereira (ex-Eléctrico).
Médios: Filipe Mello (ex-Nacional SP – Brasil), Hugo Barbosa (ex-Malveira), Iaia Coma (ex-Alverca), Valentine Akpey (ex-Operário), Tiago Baptista (ex-Coruchense), Luís Dias (ex-Mosteirense), Luís Carlos (ex-Pedroguense), Izidro Biague (ex-Ponterrolense), Nicleiton Carvalho e Serginho (ex-Fabril).
Avançados: Pape Mané (ex-Felgueiras), Sele Davou (ex-Operário), Luís Gaspar (ex-Brejos de Azeitão), Cláudio Silva (ex-Oliveirense), Pereirinha (ex-Nogueirense) e Bruno Tavares (ex-Marítimo).
[Foto de Jorge Santiago – por cortesia de Mediotejo.net]

Calendário do Sertanense no Campeonato de Portugal definido


O Sertanense já conhece o seu calendário para a nova temporada do Campeonato de Portugal (Série C). A equipa da Sertã estreia-se em casa, no dia 12 de agosto, diante do Alcains. Na jornada seguinte (19 de agosto), desloca-se ao terreno do Fátima.
As restantes partidas da primeira volta são as seguintes: Oliveira do Hospital (casa); Santa Iria (casa); União de Leiria (fora); Anadia (casa); Alverca (fora); Sintrense (casa); Caldas (fora); Oleiros (casa); Vilafranquense (fora); Torreense (casa); Nogueirense (fora); Mação (casa); Benfica de Castelo Branco (fora), Loures (casa) e Peniche (fora). Na segunda volta, inverte-se a ordem (casa/fora) dos jogos, com o Sertanense a disputar a última jornada em casa com o Peniche, no dia 12 de maio de 2019. 
Segundo as regras desta competição, os dois primeiros classificados de cada série garantem a passagem ao play-off de subida, enquanto os cinco clubes classificados nos últimos cinco lugares de cada série descem automaticamente aos campeonatos distritais.